Cadastro Minha Casa Minha Vida Como Fazer

O Minha Casa Minha Vida, sem dúvida é um programa que beneficia milhares de brasileiros todos os anos. No entanto, para participar e ter direito ao benefício, a pessoa tem que atender à alguns pré-requisitos e realizar o cadastro Minha Casa Minha Vida.

O programa do Governo Federal tem o objetivo de subsidiar a aquisição de uma casa ou apartamento próprio, e é um programa voltado para famílias de baixa renda que buscam uma moradia digna.

casal branco se abranco e recebendo chaves de casa. cadastro minha casa minha vida
O cadastro Minha Casa Minha Vida é o primeiro passo para adquirir a casa própria

Entre os pré-requisitos, a renda mensal familiar é sem dúvidas o principal, pois permite avaliar se a família realmente não possui condições de adquirir o imóvel nas moldes “convencionais”.

Além do critério de renda, a pessoa inscrita no programa não pode ter outros imóveis em seu nome ou algum financiamento relacionado a compra habitação.

Uma vez que o interessa do atende a esses requisitos, pode iniciar o processo de cadastro.

Para saber como funciona o cadastro Minha Casa, Minha Vida, confira o artigo.

Como em outros programas que foram desenvolvidos pelo Governo Federal, o Minha Casa, Minha Vida oferece grandes vantagens para famílias participantes.

Mas, para que a família consiga acessar o programa, é necessário que realize a inscrição e, principalmente, siga as regras que o mesmo tem.

No entanto, apenas o cadastro no programa não garante o direito à uma casa ou apartamento.

Pelo contrário, para que a habitação passe a ser “sua”, ou para que a família seja considerada “participante” desse programa, ela precisa atender à todos os pré-requisitos, que vão desde a renda mensal, até mesmo não participar de outros financiamentos de imóveis.

Logo, antes mesmo de começar a sua inscrição, confira a lista de requisitos exigidos no programa. Para ajudá-lo separamos alguns:

  • Ter renda mensal bruta de até R$ 2.600 para habitação urbana;
  • Possuir renda mensal bruta de até R$ 4.000 para habitação urbana;
  • Apresentar renda mensal bruta de até R$ 9.000 para habitação urbana;
  • Não ter financiamento de imóvel registrado em seu nome;
  • Não possuir imóvel próprio em seu nome;
  • Agricultor familiar ou trabalhador rural ter renda mensal de até R$ 6.500;

Esses estão entre os principais requisitos, dessa forma, se segui-los tem chances de fazer o cadastro Minha Casa, Minha Vida com sucesso e receber o subsídio que o possibilita comprar sua nova casa ou apartamento (seja rural ou urbano).

Aprenda como fazer o cadastro Minha Casa, Minha Vida

O cadastro é bem simples. Para garantir a execução tenha em mãos os documentos capazes de comprovar que, de fato, atinge os requisitos presentes na lei.

Esse cadastro pode ser feito via internet, ou então, na Prefeitura do seu município, Secretarias de Habitação, Entidades Organizadoras e Associações Comunitárias.

Outras alternativas são as unidades de atendimento da Caixa Econômica Federal e do Banco do Brasil, locais mais procurados para o cadastro no programa e dúvidas.

Porém, é importante se atentar ao tipo de habitação que deseja, pois de acordo com os requisitos que se encaixa, é preciso procurar locais específicos.

Por exemplo, para as famílias que possuem renda de até R$ 2.600 há a possibilidade de fazer o cadastro na prefeitura do município e entidade social.

Já para as outras faixas de renda (de R$ 4.000 ou R$ 9.000), pode-se optar pelo cadastro individual ou em entidade organizadora.

Enquanto que, para habitações rurais, é necessário se cadastrar na Prefeitura, Entidade Social ou agência da Caixa – que de fato é a mais procurada tanto para as habitações rurais, como urbanas.

Para mais informações sobre o cadastro compareça na prefeitura da sua cidade.

Compartilhar é se importar!

1.021 Comentários